Crónicas do autor:

Falar ou Fazer

Ano Novo: nova economia?

Há uns 25 anos, sucessivos governos dão a impressão de apoiar PME e trazer progresso. Mas o que vemos é um brutal endividamento público e privado, um aumento da corrupção e práticas imorais e ilícitas, a promiscuidade entre os poderes, o descrédito ...
Linha direta – PME

LUCRAR COM… reciclar ouro/prata

A recessão vai estagnar ou piorar. O crescimento económico será limitado na Europa e só chega a nós em 2020. As eleições na Alemanha e França e as incertezas dos efeitos Brexit e Trump farão os investidores sérios continuar a comprar ouro e prata, ...

LUCRAR COM… drones a ligar o interior

Um dos problemas da injustiça social em geral é que no interior distante, com a falta ou má qualidade das estradas, o produtor é explorado e só consegue sobreviver - e mal. Grande parte da produção rural perde-se pelo caminho. E os intermediários e ...
Linha direta – PME

LUCRAR COM… música

A leitora Isabel do Valle indaga como fazer o marketing de músicos. Tudo depende do foco que se deseja. P. ex., para rock, rap e música jovem é diferente de um restaurante onde os pares preferem a música quando eles eram jovens, a dançar se tocando ...

Fogos matam os nossos netos

Há doze anos que divulgo métodos usados algures na UE para evitar incêndios rurais. Lá já os usam há 40 anos. Em alguns verões, Portugal perdeu o dobro de hectares de florestas e pastos que lá, afetando o pequeno produtor. Desde 2003, quando grande ...

Exportar mais

Há anos digo que Portugal pode exportar muito mais e substituir importações. Os livros da série COMO SAIR DA CRISE contam detalhes. Os PORTUGAL RURAL e TRANSPORTES completam.
Linha direta – PME

LUCRAR COM… Vestidos de noiva

A recessão vai piorar. A moda de luxo venderá menos. Noivas e companheiras querem casar, com menor custo, e irão procurar vestidos já usados. Antes as noivas guardavam os vestidos de casamento para oferecer às suas filhas, quando essas se casassem. ...
Ciência e Economia

Volvo, Cip e Portugal

Poucos sabem da importância da Volvo para a riqueza da Suécia. Lembro que aquele país era muito pobre há 70 anos e na década de 1930 emigravam 150 mil/ano, o mesmo que agora em Portugal. Há 72 anos morriam de fome, frio e doenças simples, tantos ...

Páginas